segunda-feira, 5 de outubro de 2009

O sol


O sol hoje não sabia que era domingo. Aos poucos, depois de se mostrar belo e brilhante, e disposto ao amarelo e ao claro foi que percebeu. Viu que os carros não enchiam as ruas como de costume. Viu que as pessoas não andavam apressadas como nos outros dias... então começou a mudar.
A mudança aí cada um entenda da sua forma. Isso porque o sol reflete diferente para cada um. É bem como um espelho: eu nunca vou poder ver um galã de novela quando me olho no espelho, só eu mesmo. Ninguém olha para o céu e acha sempre a mesma coisa. Se olhar uma vez e, depois de três segundos, olhar de novo, tudo já terá mudado! A incerteza do que se pode ver, do que se pode encontrar na imensidão azul ou escondido atrás das nuvens, nesses pequenos intervalos entre uma olhada e outra é o que torna a vida mais fascinante; ora pode-se ganhar uma maçanzada na cabeça ora uma cagada de pombo. Nesse ponto também tenho que dizer que vai depender de cada um. Seria alguém obrigado a achar mais interessante uma maçanzada ao invés de uma cagadinha de pombo na cabeça?
Nesse mundo há de se concordar, existe de tudo um pouco ( e em algumas pessoas um pouco muito!). Dessa forma, a ultima coisa que se pode pensar é que as pessoas pensam igual, não é? (Espero que alguém no mundo esteja pensando: Se todos concordarem com esse idiota que ninguém pensa igual não estaremos então, pensando igual?)
O fato é que em muitas, várias, diversas, infinitas (e isso não quer dizer todas, só que são muito grandes) situações não existe o igual, o que existe são níveis de igualdade. Podemos pensar de forma parecida, mas nunca pensaremos igual.
E o sol, o que tem a ver com isso? Sei lá, só acho que, mesmo que ele seja uma coisa concreta e que exista mesmo e lá lá lá, como todas as outras coisas, ele não vai deixar de ser uma simples expressão do que tenho aqui dentro. E hoje eu o vi assim, perdido no tempo, achando que era uma coisa quando era outra. Deve ter se confundido com o calendário de outro planeta. Para mim, nem ele gosta do domingo.

3 comentários:

Sw? disse...

odeio domingo tmb... e meu, aki ta um sol de lascar... o dia ta lindo.. adorei o texto.. toda essa coisa de nivei de igualdade e tals...

bjinhus

Naiara Morena disse...

Estou feliz em ver q anda atualizando o blog um pouco mais... adoro seus textos!
No mais estou enrolando né? Tipo muito... hehhe na verdade ajuda o fato de n saber direito como explicar pra vc o que aconteceu no show. N escrevendo. Preferia sair pra almoçar um sábado e contar tudo com a parte que me faz tanta falta em um e-mail: "interação". Vou dar uma viajada aí, ir pra praia retocar a pintura amarelada do meu corpo, mas quando voltar te dou um toque, a gente conversa. Preciso sair do lugar! Anseio por isso.
bjoooooooo saudades...

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^